• Bhalai - Conteúdo

Muladhara: O Chakra da Raiz

Atualizado: Jul 1


Muladhara: o Chakra da Raiz
Muladhara: o Chakra da Raiz

O conceito de chakras - cujo nome significa “roda”, em sânscrito - remonta à Índia antiga, já em 1500 a.C., com sua primeira menção nos Vedas (os primeiros textos sagrados do hinduísmo). Nos últimos milênios, o sistema de chakras têm sido utilizados como um conceito importante tanto no hinduísmo quanto no budismo tântrico. Portanto, embora o conceito de equilíbrio dos chakras seja frequentemente associado ao movimento “New Age”, ele é bastante antigo.


Chakras são, em sua definição mais básica, os principais pontos focais através dos quais a energia flui para cima e para baixo em todo o corpo físico. Imagine-os como interseções movimentadas no corpo, onde dezenas de nervos se unem para formar aglomerados giratórios de energia. Esses centros de energia não governam apenas o bem-estar do corpo: eles também têm conexões poderosas com as emoções e espiritualidade humanas.


Os 7 Chakras alinhados na medula espinhal.
Os 7 Chakras alinhados na medula espinhal.

O planeta Terra como um todo também apresenta pontos centrais de chakra, localizados em lugares que foram considerados sagrados por várias civilizações do passado.


Embora alguns acreditem que possa haver centenas ou mesmo milhares de chakras no corpo humano, na verdade eles se resumem a um conjunto de sete chakras primários que se alinham com a medula espinhal e se estendem da base da espinha ao topo da cabeça (veja à imagem ao lado).


O primeiro dos sete é o chakra da raiz, que ajuda a ancorar os outros seis chakras.


O Chakra da Raiz


O chakra da raiz, ou mūlādhāra chakra, em sânscrito, é conhecido como "a raiz de todas as coisas". Localizado na base da coluna vertebral, próximo ao nível do cóccix, atua como o centro do equilíbrio emocional e espiritual do indivíduo, bem como da consciência instintiva. Em seu nível mais básico, o chakra da raiz se preocupa com as necessidades. Ele governa os sentidos de estabilidade, segurança, força e comprometimento, e é responsável pela autopreservação e pela sensação de estar com os "pés no chão".


Embora o chakra da raiz esteja evolutivamente ligado aos instintos básicos que nos ajudam a sobreviver, os dias modernos conectaram este chakra mais ao trabalho que nos ajuda a prosperar. Indo além de apenas comida, água e abrigo, o domínio do chakra raiz passou a incluir conceitos como saúde, riqueza e comunidade. Além disso, os sentimentos diários de confiança, pertencimento e estar presente são governados por este chakra.


O chakra raiz é especialmente importante para o sistema de energia dos chakras: a falta de "raízes" pode comprometer a integridade de todos os outros chakras, afetando diretamente o bem-estar de todo o corpo, mente e espírito. Somente quando sentimos que nossas necessidades mais essenciais são atendidas é que podemos nos concentrar no crescimento.


Acredita-se também que o chakra da raiz esteja conectado com o Kundalini, ou força de energia cósmica que pode ser despertada, subindo pela espinha através dos outros chakras. Dentro do sistema de chakras, o chakra da raiz tem uma energia masculina e é simbolizado por um lótus vermelho com quatro pétalas. Ele também está associado à terra e seu mantra é: "Eu tenho".


O que é então o chakra raiz?


O chacra raiz é o primeiro chakra. Sua energia é baseada no elemento terra. Está associado à sensação de segurança e aterramento. Está na base do sistema de chakras e estabelece a base para a expansão de sua vida.


Onde está o Chacra Raiz?


O primeiro chakra ou chakra raiz está localizado na base da coluna vertebral. As localizações corporais correspondentes são o períneo, ao longo das três primeiras vértebras, no plexo pélvico. Este chakra é frequentemente representado como um cone de energia começando na base da coluna vertebral e indo para baixo e ligeiramente curvado para cima.


Características principais do chakra raiz


O primeiro chakra está associado às seguintes funções ou características comportamentais:

  • Segurança

  • Sobrevivência

  • Necessidades básicas (comida, sono, abrigo, autopreservação, etc)

  • Fisicalidade, identidade física e aspectos de si mesmo

  • Aterramento

  • Apoio e base para viver nossas vidas

A maioria de nós possui bloqueios e desequilíbrios energéticos, bem como hábitos de sabotagem de energia que nos impedem de acessar nossa vitalidade plena. Isto nos leva a nos sentirmos exaustos, dispersos, entorpecidos e até mesmo doentes.


O chakra da raiz fornece a base sobre a qual construímos nossa vida. Ele nos ajuda a crescer e nos sentirmos seguros para explorar todos os aspectos da vida. Está relacionado ao nosso sentimento de segurança e proteção. Este sentimento pode ser físico, ou pode estar relacionado às nossas necessidades corporais ou metafóricas em relação à habitação e segurança financeira. Resumindo, as primeiras perguntas do chakra giram em torno da ideia de sobrevivência e segurança. O chakra raiz é onde nos ancoramos na terra e ancoramos nossa energia no mundo manifesto.


O que acontece quando o primeiro chakra está desequilibrado


No nível emocional, as deficiências ou desequilíbrios no primeiro chakra estão relacionados aos seguintes comportamentos:

  • Negatividade excessiva, cinismo

  • Distúrbios alimentares

  • Ganância, avareza

  • Ilusão

  • Sensação excessiva de insegurança, vivendo em modo de sobrevivência constantemente

Para uma pessoa com desequilíbrio no primeiro chakra, pode ser difícil se sentir segura no mundo, de modo que tudo parece um risco potencial. O desejo de segurança a domina, podendo se traduzir em preocupações com a situação de trabalho, segurança física, abrigo, ou saúde. Um chakra raiz bloqueado pode se transformar em comportamentos regidos principalmente pelo medo.


Na mesma linha, quando o chakra raiz está hiperativo, o medo pode se transformar em ganância e paranóia, que são formas extremas de manifestação de desequilíbrio no primeiro chakra. Problemas com controle sobre a ingestão de alimentos e dieta estão relacionados a ele.


Os Chakras Raiz e Sacral estão intimamente ligados à nossa sexualidade. Portanto, aprender a melhorar e dominar nossa sexualidade pode despertar, ativar e fortalecer esses Chakras.


Abrindo o chakra raiz


Existem muitas maneiras de abrir seu chakra raiz. Por exemplo, você pode se envolver mais em atividades de aterramento e relacionadas à terra (por exemplo, conexão com a natureza, jardinagem, culinária saudável, caminhadas).

A jardinagem pode abrir seu chakra da raiz.
A jardinagem pode abrir seu chakra da raiz.

A ideia principal é trabalhar para cultivar suas "raízes" em um ambiente seguro e confortável (ou seja, cercar-se de cores da terra, objetos que o lembrem da natureza, estabilidade; ou pelo contrário, se desejar se sentir menos preso, faça o oposto).


A ioga para o chakra raiz pode ser uma forma mais física de estabelecer uma ponte entre o corpo e a mente e restaurar um fluxo de energia mais equilibrado.


Por que o nome Muladhara ou chakra raiz?


O primeiro chakra é referido como:

  • Chakra raiz

  • Muladhara

  • Adhara

Seu nome sânscrito é "muladhara", o qual pode ser traduzido como "base", "fundação", ou "suporte de raiz".


O primeiro chakra está associado ao elemento Terra.


Cores do chakra: o chakra vermelho


A cor típica usada para representar o chakra da raiz é um vermelho. Esta é a cor usada em seu símbolo para preencher suas pétalas. Tradicionalmente, também é associado à cor amarela ou dourada (esta é a cor de seu elemento em oposição às suas pétalas). No espectro das cores dos chakras, o vermelho simboliza força, vitalidade e estimula nossas tendências instintivas.


Símbolo do chakra raiz


Símbolo do Chakra da Raiz
Símbolo do Chakra da Raiz

O símbolo do chakra raiz é composto por uma flor de lótus de quatro pétalas, frequentemente estilizada como um círculo com quatro pétalas com um triângulo apontando para baixo.


O triângulo apontando para baixo é um símbolo do espírito que se conecta com a matéria, ancorando-se na terra e em nossa existência terrena, em nossos corpos. É visto como o centro de nossa força vital e é a sede onde a kundalini permanece enrolada, adormecida, até que acorde para distribuir sua energia por todos os outros chakras.


Os chakras do corpo humano também são espelhados na Terra. Acredita-se que o chakra raiz da Terra esteja localizado no Monte Shasta, no norte da Califórnia. Como muitos vórtices de energia ao redor do mundo, esta montanha é na verdade um vulcão que, embora não tenha entrado em erupção em 200-300 anos, ainda é considerada ativo. As tribos indígenas locais há muito acreditam que o vulcão pode ser o centro do Universo ou o local de nascimento do Criador, refletindo sua capacidade de canalizar energia para cima, assim como o chakra raiz faz no corpo humano.


Quando bloqueado ou fora de equilíbrio


O chakra raiz pode perder o equilíbrio ou ficar bloqueado devido aos estresses diários da vida, bem como devido a adversidades inesperadas, dificuldades nos relacionamentos, medo e ansiedade, e por uma série de outras coisas que a vida pode lançar sobre nós.


Quando o chakra raiz está desalinhado, tendemos a evitar o conflito, sentindo medo de que as necessidades básicas não sejam atendidas ou que ocorra escassez. Sentimentos de desconexão, falta de voz ou impotência podem surgir, ou a pessoa pode ficar paralisada, perdida, estagnada, exaurida ou inconstante.


Além disso, um chakra raiz desequilibrado também pode fazer com que alguém assuma as energias de outras pessoas com muita facilidade, danificando assim a conexão com o eu e com suas energias pessoais. É ainda possível ter doenças físicas como artrite, problemas de bexiga ou cólon, ou problemas com o sistema nervoso parassimpático.


Felizmente, existem muitas formas de trazer o chakra raiz de volta ao alinhamento. Por um lado, o exercício físico e o movimento do corpo podem ter um efeito poderoso sobre este chakra. Especificamente, posturas de ioga como pose de criança, postura de lótus, pose de triângulo e pose de guirlanda podem ajudar. Experimente um fluxo de ioga como este: ancoragem na gratidão, prática do chakra raiz de 20 minutos ou fluxo total do chakra raiz.


Além disso, exercícios de respiração profunda podem restaurar o alinhamento deste chakra, graças ao poderoso papel da respiração como ponte entre o corpo físico e a mente. Além disso, exercícios de ancoragem como a visualização podem realinhar o chakra raiz (uma destas visualizações seria imaginar raízes vermelhas brilhantes estendendo-se do corpo para as profundezas da terra.)


Da mesma forma, a meditação sonora pode realinhar os chakras por meio da vibração, e o chakra raiz pode ser direcionado verbalizando-se a sílaba-semente, “lam” (pronuncia-se como “lahhhm”) e extraindo-se o som.


As afirmações são outra ferramenta poderosa para realinhar os chakras. Ao repetir mantras específicos, as afirmações podem ajudar a definir intenções para um chakra mais equilibrado, revelar onde há mais trabalho a ser feito nesse chakra, e reforçar o alinhamento existente dentro desse chakra. Algumas afirmações pertinentes ao chakra raiz seriam:

  • Estou centrado e com os pés no chão.

  • Eu estou aqui e estou seguro.

  • Com cada respiração, eu libero toda ansiedade e medo.

  • Estou em casa no meu corpo.

  • Tenho tudo o que preciso para criar a vida que desejo.

Influências externas também podem ajudar a realinhar o chakra raiz. Por exemplo, os óleos essenciais e a aromaterapia usam bases e aromas terrosos como madeira de cedro para devolver o equilíbrio ao chakra da raiz. Comer alimentos inteiros de um vermelho vivo, como framboesas, também pode ajudar a alinhar o chakra da raiz.


Outra opção é encontrar um local ou paisagem que se alinhe com o elemento do chakra raiz, o que facilitará o seu balanceamento. Isso significa entrar na natureza e estar com a terra! Parques nacionais como a região da Chapada dos Veadeiros são lugares fantásticos para começar. Talvez a maneira mais rápida, simples e acessível de se sentir conectado com o chakra raiz, porém, seja andar descalço na terra em seu próprio quintal.


Os melhores cristais para equilibrar seu chakra raiz


Usar cristais relacionados ao chakra raiz ajuda você, caso esteja experimentando problemas para se aterrar seja física ou mentalmente. Aqueles que usam cristais para o chakra raiz podem prevenir problemas de estabilidade ou adversidades inesperadas.


Como um chakra ligado à vida e à energia física, este chakra está conectado à cor vermelha. Assim, pedras como Jaspe Vermelho, Ágata Vermelha e Quartzo Rosa são algumas pedras avermelhadas que podem ser usadas para a cura deste chakra.


Considerações finais sobre o Chakra da Raiz


Localizado na base da coluna vertebral, no assoalho pélvico e nas três primeiras vértebras, o chakra raiz é responsável por sua sensação de segurança nesta jornada terrena. A palavra Muladhara se divide em duas palavras sânscritas: "Mula" significa "raiz" e "Adhara" significa "suporte" ou "base".


Este é o primeiro dos chakras da matéria. Equilibrar o chakra raiz cria uma base sólida para a abertura dos chakras superiores. Imagine que você está lançando os alicerces de uma casa na qual vai morar por muito tempo. Uma base sólida embutida em solo firme fornecerá a estabilidade de que você precisa para criar uma casa cheia de alegria por muitos anos.


O chakra raiz é composto de tudo o que o leva à estabilidade de sua vida. Isso inclui suas necessidades básicas, como comida, água, abrigo e segurança, bem como suas necessidades mais emocionais, como deixar o medo ir. Quando essas necessidades são atendidas, você se sente aterrado e seguro e tende a se preocupar menos no dia-a-dia.


Se você se sente seguro ou não agora, muitas vezes isso está menos relacionado ao que você tem à sua disposição, mas sim com o quão seguro você se sentiu quando criança. Quando você considera os estágios de desenvolvimento, o primeiro estágio - confiança versus desconfiança - está intimamente relacionado ao desenvolvimento do seu chakra raiz. Quando crianças, se seus pais prontamente lhe dessem o que você precisava para sobreviver com consistência, você se sentia seguro no mundo. Você sentiu que o mundo era um lugar em que se podia confiar para atender às suas necessidades básicas. No entanto, se seus pais se recusaram ou atrasaram a dar o que você precisava, ou se essa oferta foi inconsistente, você ter desenvolvido bloqueios do primeiro chakra.


Se houver um desequilíbrio no chakra raiz, você poderá ter transtornos de ansiedade, medos ou pesadelos. Os desequilíbrios físicos podem se manifestar como problemas no cólon, na bexiga, ou na região lombar, nas pernas ou nos pés. Nos homens, podem ocorrer problemas de próstata. Os transtornos alimentares também podem ser um sinal de um desequilíbrio do chakra da raiz.


Embora a meditação o conecte a um plano espiritual superior, ela também serve para aterrá-lo. Pode ser que nem sempre você seja capaz de confiar que o mundo lhe dará o que você precisa para sobreviver, mas a conexão com o seu Eu superior e a confiança em um poder superior a você darão a você o que você precisa para se sentir seguro.


Não importa se você chama esse poder superior de Consciência, Mãe Natureza, Deus ou Espírito. A conexão com a energia universal lhe trará uma sensação de paz e estabilidade. Os animais da floresta não têm ideia sobre se e quando encontrarão comida a cada dia, mas de alguma forma eles confiam na natureza para provê-los.


Experimente o seguinte: o sentido que corresponde ao primeiro chakra é o olfato. Enquanto medita, concentre-se na ponta do nariz para ajudar a alinhar a raiz e trazer à tona as qualidades de que você precisa para equilibrar este chakra.


Posturas de Yoga Asanas que ajudam a abrir e alinhar Muladhara são:

  • Pavanamuktasana, postura do joelho no peito

  • Janu Sirsansana, postura da cabeça aos joelhos

  • Padmasana, flexão de lótus

  • Malasana, postura de cócoras

As mulheres também podem praticar os exercícios de Kegel, e tanto os homens quanto as mulheres podem fazer Bandha yoga - onde você bloqueia ou tensiona certas áreas do corpo para ajudar a trazer forte energia e força para a área do primeiro chakra.


Cantar ou entoar sons também pode ajudar a trazer você de volta ao equilíbrio, assim como a música une as pessoas. Os sons criam vibrações no corpo e essas vibrações ajudam as células a trabalharem juntas em harmonia sincronista. O som do mantra que corresponde ao chacra raiz é LAM.


Finalmente, cores e pedras preciosas podem ajudar a equilibrar um chakra. A cor do chacra raiz é vermelha. As pedras preciosas para o primeiro chakra incluem granada, jaspe vermelho, turmalina preta e pedra de sangue. Você pode colocar a pedra preciosa na área do chakra enquanto se deita para ajudar a abri-la e alinhá-la.

147 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo